UMA VISÃO ORIENTAL DA MÃE...


Resultado de imagem para UMA VISÃO ORIENTAL DA MÃE...

UMA VISÃO ORIENTAL DA MÃE...

mulher vista como representação da Mãe Cósmica - mas implícita a negação da mulher como mulher...  

Paramahansa Yogananda, um dos grandes difusores da sabedoria yogue no Ocidente, ensinou sobre a Mãe Divina:

Toda mulher deveria ser um instrumento do amor da Mãe Divina, sentindo o mesmo amor pelo mundo inteiro. Ao inspirar os homens por meio de semelhante amor, a mulher oferece a maior bênção que possui.
Uma mulher cheia de ódio e ira verá essas mesmas qualidades no homem. É por isso que toda mulher deveria evitar deixar-se levar por seus estados de ânimo, mantendo-se sempre livre de toda emoção equivocada. Isso porque, quando é vítima do ciúme ou do ódio, a mulher perde a qualidade intuitiva, o dom especial que Deus lhe concedeu. Minha mãe, por exemplo, possuía uma grande intuição, porque sua mente era livre de todo ciúme, ódio e ira.
Todas as mães estão destinadas a ser uma manifestação do amor incondicional de Deus. Mas as mães humanas são imperfeitas; somente a Mãe Cósmica é perfeita. Quando vejo a cegueira de algumas mães humanas, penso: “Este não é, na verdade, o amor ilimitado da Mãe Divina”. Quando o amor de uma mãe alcança um grau de perfeição tal que não há mais nem limitação nem qualquer anseio de posse, ele se converte no amor da Mãe Divina.
A mãe deve oferecer seu amor maternal a todos por igual, e não apenas aos próprios filhos. “Mas não é possível acudir a todos os seres do mundo e oferecer-lhes tal amor”, poderão dizer. Existe, no entanto, um caminho mais fácil para desenvolver o amor incondicional. Ao meditar, concentre-se no coração e afirme: “Sinto Deus como a Mãe Divina”. Depois, ao tomar consciência desse grande amor, irradie-o mentalmente a todas as criaturas da terra.

POR ACASO O AMOR HUMANO NÃO É UMA EXPRESSÃO DO AMOR DIVINO?

TODOS NÓS SEM EXCEPÇÃO TEMOS UMA MÃE DIVINA DENTRO, UMA EXPRESSÃO DE DEUS

E verá nela a sua própria mãe. Para mim, agora, toda mulher é mãe.

Todas as relações humanas nos foram dadas não para idolatrá-las, mas para idealizá-las. Se você puder aprender a considerar sua mãe como uma manifestação do amor incondicional da Mãe Divina, quando ela se for, encontrará conforto ao se lembrar de que a mãe terrena era apenas a forma em que a Mãe Divina veio morar entre vocês por um breve tempo.
E se tiver perdido a mãe, deve encontrar a Mãe Divina oculta além dos céus. Jamais poderá perder a Mãe Suprema. A mãe que você amou era somente a manifestação da Mãe Cósmica; ela veio velar por você durante certo tempo, para depois fundir-se novamente no ser da Mãe Divina. Como conheço bem essa verdade! E como tive de sofrer para aprendê-la!
Minha mãe terrena era tudo para mim; minhas alegrias despertavam e dormiam no firmamento de sua presença. Lembro-me de uma viagem para casa, durante a qual senti intuitivamente que ela havia falecido; ao chegar à estação ferroviária, corri ao encontro do meu tio, e perguntei-lhe: “Ela ainda vive?” Como fiquei aliviado quando ele respondeu afirmativamente! Se tivesse confirmado meus temores, eu estava disposto a me jogar debaixo das rodas do trem.
(...)



Arrebatei-lhe aqueles olhos negros
que o aprisionavam,
para que pudesse encontrar
esses mesmos olhos
nos Meus olhos,
e no terno olhar
de todas as mães de olhos negros;
e para que pudesse perceber
em todos os olhos negros
só a sombra
dos Meus olhos.







Se lhes fosse possível experimentar o encantamento que se apoderou do meu Ser quando senti que aqueles olhos negros de minha Mãe contemplavam-me de todos os lugares, de cada partícula do Espaço! Que bela foi essa experiência! Todo o meu pesar converteu-se em gozo.
Se rezar profundamente, como lhe disse, receberá uma resposta audível. As suas orações ainda não são suficientemente profundas. Mas quando rezar com o coração, elevando incessantemente o seu chamado – com a determinação de não parar de rezar até receber uma resposta – a Mãe Divina lhe responderá.
E verá nela a sua própria mãe. Para mim, agora, toda mulher é mãe. Vejo, inclusive, em todo lugar onde se possa apreciar a mínima manifestação de bondade, a Mãe.
 (...)
(Paramahansa Yogananda, falando de sua Mãe Divina)

Fonte:http://rosaleonor.blogspot.com.br/2014_01_01_archive.html

Postagens mais visitadas deste blog

AS 6 PRINCIPAIS DEUSAS SEGUNDO A MITOLOGIA GREGA

O SIGNIFICADO DA DEUSA KALI NA MITOLOGIA HINDU

A SENSUALIDADE DA POMBA-GIRA : ANÁLISE DO MOVIMENTO EM RITUAIS UMBANDISTAS